Este blog foi criado na disciplina de Àrea de projecto com o objectivo de falar de todo o tipo de coisas sobre tubarões como: perigos, espécies, caracteristicas e curiosidades

09
Nov 09

 

Nome científico: Mitsukurina owstoni

Tubarão-duende é uma espécie que habita nas águas profundas, raramente é visto com vida.

 

Tamanho máximo: Atinge até 4 metros de comprimento. Vivem bem no fundo do mar, já foi encontrado a 1200 metros de profundidade, vive no oeste do oceano Pacífico e a oeste do Índico e a leste e oeste do oceano Atlântico.

 

Alimentação: Alimenta-se de lulas, camarões, polvos e outros moluscos que também habitam no fundo do mar. Característico por possuir um longo nariz em forma de faca incorporada por minúsculas células sensoriais e uma grande boca com dentes em forma de agulha. Os tubarões-duendes são um dos mais antigos tubarões existentes no mundo atual. Há registro desta espécie ao largo das costas das ilhas japonesas, Austrália e do sul africano.

 

Sabias que: O Tubarão Duende é chamado também de Goblin, é um animal muito raro de ser encontrado. Desde 1898 foram encontrados 36 tubarões da espécie goblin.

 

 

Último registo: O último registro foi na baía de Tóquio nadando em águas rasas. Não se sabe porquê, mas já é a segunda espécie de tubarões muito raros que nadam em águas profundas encontrados no ano de 2007

 

publicado por Humor às 16:33

Nome científico: Sphyrna zygaena

 

Sem dúvida, uma das espécies de tubarões mais emblemáticas são os tubarões-martelo (“smooth hammerhead shark”). Eles são facilmente identificáveis pela sua cabeça em forma de martelo. Há cerca de dez espécies de tubarões-martelo espalhados pelo mundo inteiro, algumas das quais atingem até mais de 6 metros de comprimento. Existem casos registrados de ataques a humanos feitos por esta espécie.

O tubarão-martelo é uma das espécies mais comuns, ocorrendo muitas vezes em grandes cardumes em águas pouco profundas. Ninguém sabe por que a cabeça do tubarão-martelo evoluiu para este curioso formato. Para alguns biólogos, este formato lhes proporciona uma vantagem sensorial na localização de presas, enquanto outros acreditam que ajuda a manter o tubarão em estado de equilíbrio flutuante dentro da água. As barbatanas de tubarão-martelo constituem um manjar muito apreciado na Ásia oriental, embora o corte de barbatanas de tubarão-martelo e de outros tubarões seja proibido em muitos países.

Tamanho máximo: 5,5 m / 400 kg

Distribuição: Águas temperadas do mundo inteiro, do sul do Canadá ao Chile e Nova Zelândia.

Dieta: Peixes, crustáceos e cefalópodes.

Reprodução: Vivíparos. Entre 20 e 40 crias por ninhada.

publicado por Humor às 16:24

 

Nome científico: Megachasma pelagios

 

 

Ordem: Lamniformes

O tubarão-boca-grande é um dos mais raros e misteriosos membros da família dos tubarões. Desde que o primeiro exemplar foi capturado e examinado em 1976, apenas 22 indivíduos desta espécie foram encontrados, e muitos detalhes da sua vida são ainda desconhecidos.

O boca-grande é a terceira espécie conhecida de tubarões que se alimenta exclusivamente de plâncton, como o tubarão-baleia e o tubarão-frade. Até  hoje, o maior espécime conhecido mediu 5,63 metros, uma indicação de que, tal como os seus colegas comedores de plâncton, o boca-grande pode atingir tamanhos consideráveis. Sua característica mais marcante, como o próprio nome sugere, é sua boca enorme e um pouco disforme. Parente próximo do tubarão-branco e do tubarão mako, o boca-grande também parece estar bem distribuído. Ele já foi encontrado no Senegal, na África do Sul, no Brasil, na Indonésia, nas Filipinas, mas aparece principalmente na Califórnia e no Japão – áreas onde vários exemplares foram descobertos e que parecem ser ideais para a reprodução desta enigmática criatura. 

 

O boca-grande se alimenta à noite perto da superfície e se retira para as profundezas durante o dia. Parece ser lento e menos ágil que o tubarão-frade, pois já foi observado sendo atacado por cachalotes.

Tamanho máximo: 5,6 m

Distribuição: Incerta, mas são encontrados nos oceanos Atlântico, Pacífico e Índico.

Dieta: Plâncton, principalmente pequenos camarões e águas-vivas.

Reprodução: Incerta, mas provavelmente ovovivípara.

 

 

 

publicado por Humor às 16:11

 
Nome científico: Stegostoma fasciatum
Tamanho: Pode medir cerca de 201 a 400 cm.
 

Os tubarões-zebra juvenis têm o corpo preto com bandas verticais claras, semelhantes às de uma zebra. Só em adultos adquirem o tom claro com manchas escuras, característico da espécie. São animais inofensivos, que nadam lentamente, e durante o dia, é frequente encontrá-los sobre o fundo, com a boca virada contra a corrente, de modo a respirarem sem esforço. O seu corpo e cauda muito flexíveis permitem-lhes esgueirarem-se dentro de fendas e buracos estreitos, onde procuram as suas presas. Os ovos encontram-se protegidos por cápsulas e são depositados no fundo, onde se fixam até à eclosão.
 

Habitat- O tubarão-zebra vive em águas tropicais,é uma espécie costeira e vive na areia ,cascalho e em corais. Devido ao seu comportamento lento durante o dia, acredita-se ser uma espécie noturna. É freqüentemente observado sentado no fundo nas proximidades de recifes de coral. Este pequeno tubarão foi registrado em águas marinhas e salobras, bem como em habitats de água doce. 
 

Hábitos Alimentares-Este pequeno tubarão alimenta principalmente de moluscos, bem como pequenos peixes ósseos que suga fora da areia. Presas incluem caranguejos e camarões. Também nada de forma lenta e se contorce em fendas e canais estreitos em recifes em busca de presas.
 

Reprodução-O tubarão-zebra é uma espécie ovípara que significa que ele liberta cachos de  ovos no ambiente onde estão ancoradas ao substrato pelo cabelo-como fibras. Os cachos de ovos deste tubarão são grandes e marrom escuro ou púrpura com estrias longitudinais, medindo 6.7x3.1x2 cm (17x8x5). Quando os jovens venham a surgir, medem cerca de 7,9-10 cm (20-26) de comprimento total.

Predadores- Predadores potenciais do tubarão zebra incluem peixes ósseos e tubarões maiores, bem como os mamíferos marinhos.
 

 

 

publicado por Humor às 15:54

 

O Tubarão-lixa é um dos mais populares tubarões no mundo. Eles dormem empilhados uns em cima dos outros chegando a formar pilhas de até 30 tubarões. Com pequenos dentes, mas extremamente poderosos, esses tubarões mal sentem, o sabor de suas vitimas, por que eles simplesmente esmagam elas. Esse tubarão é um dos mais estudados devido a sua fácíl adaptação em cativeiro. O record de um tubarão-lixa vivendo em cativeiro foi de 25 anos o que possibilitou o estudo de todos os seus hábitos assim como a reprodução.
 

 

publicado por Humor às 15:39

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
arquivos
2009

mais sobre mim
Pesquisar:
 
blogs SAPO